Como a Hotelaria Hospitalar Entrou na Minha Vida?

Ana Maria Florio. Fonte: Arquivo Pessoal

Ana Maria Florio. Fonte: Arquivo Pessoal

Vou começar a escrever neste blog, e nada mais justo do que contar como conheci a Hotelaria Hospitalar, aliás estou aqui graças a uma auxiliar de higiene…

Em 2006 passei por um problema pós cirúrgico, o que me levou a ficar internada por algumas vezes e por períodos longos. Não sei se alguém que está lendo já vivenciou uma situação de longas permanências em hospital, mas posso garantir que é uma experiência bem diferente!

Primeiro, que quando você é internado pela primeira vez, os amigos te visitam, ligam… na segunda vez, eles te ligam, na terceira, só os verdadeiros amigos te visitam, ligam… e outros exclamam: “De novo?!”

Então, não falava que ia ser internada, mas sim, que ia para minha casa de campo.

Voltando ao assunto principal, como a hotelaria hospitalar entrou na minha vida?

O auxiliar de higiene era o profissional que mais permanecia em meu quarto, porque eles entravam duas vezes por dia, e permaneciam por 20 minutos em média fazendo a limpeza concorrente, e é claro que falavam e conversavam comigo, sabia vários bastidores de histórias do hospital, médicos, clientes… através deles. E ainda existem gestores que ignoram a importância desse profissional para a imagem, segurança, fidelização de clientes, deixando-os em segundo plano ou até mesmo esquecendo de ouvi- los, dar treinamentos, valorizá-los… Mas vamos deixar estes pontos para outros posts!

Mas foi através de uma auxiliar, chamada Cristiane, que conheci a Hotelaria Hospitalar.

Uma certa manhã, ela comentou comigo que o sonho dela era fazer o curso técnico de Hotelaria Hospitalar, e eu, na mais pura ignorância, fiz a famosa pergunta: O que é Hotelaria Hospitalar?

Ela me explicou o que era. Passaram se alguns meses, passando por um totem no Hospital, havia uma propaganda do Curso de Pós Graduação em Hotelaria Hospitalar. Pensei comigo: Por que não?

No ano seguinte, comecei a pós, e o mais interessante, era que durante alguns períodos, ainda era paciente (o médico responsável por mim, havia me liberado para assistir as aulas, uma vez que era no mesmo bloco do meu quarto, então, descia de cadeira de rodas). Durante o curso, podia observar a teoria da sala de aula, com a prática dos estágios e a visão de um paciente!

Pois é, foi graças a Cristiane, que me apaixonei por esta área tão importante dentro da saúde, seja num hospital, laboratório, clinicas e até consultórios!

PS: Ter cursado a pós, também foi ótimo para passar o tempo enquanto estava internada, conheci novas pessoas, tinha que estudar, pesquisar, e claro os trabalhos em grupos eram sempre no meu quarto aos finais de semana!

Por:

AnaFlorioAna Maria Florio

Graduada em Arquitetura e Urbanismo, Pós-Graduada em Hotelaria Hospitalar e Pós-graduada em Gestão de Qualidade em Saúde pelo IEP/HIAE.

Desde 2008 ministra aulas, profere palestras e presta consultoria a várias instituições, com destaque para temas ligados à Hotelaria Hospitalar e Qualidade para equipes operacionais. Na área de Arquitetura, vem concentrando seu trabalho em projetos de acessibilidade.

É sócia da arquiteta Carolina Fomin na AGAH Consultoria, que tem como foco: Acessibilidade, Gestão de Atendimento, Ambientação e Humanização.

Clique aqui e confira as publicações de Ana Maria Florio para Hoteleria Hospitalar.com

Compartilhe


Posts relacionados

->Resumo do XV Congresso Brasileiro de Hotelaria Hospitalar
->Agenda Oficial de Eventos de Hotelaria Hospitalar 2013
->Experiência SHARP: Planetree, Humanização e Hotelaria Hospitalar
->George Clooney, Nespresso e a Hotelaria Hospitalar
->Hotelaria Hospitalar na Suíça
->Mesa Redonda ICESP Hotelaria Hospitalar

Comentários

  1. Luciana Cherman Salles disse:

    Olá Ana!
    Achei a sua história o máximo!!!!
    Também me identifiquei com ela, pois aos 40 anos a vida profissional me deu um presente, implantar a Hotelaria Hospitalar em um Hospital na minha cidade, sou administradora porém nunca havia trabalhado na área da saúde, encarar este desafio me fez ficar apaixonada…. sei perfeitamente o que vc está falando neste seu relato!
    Um grande abraço!!!

    1. Ana Florio disse:

      Olá Luciana,
      Te desejo muito sucesso neste presente profissional, e que a implantação da Hotelaria Hospitalar faça toda a diferença para os colaboradores e clientes do seu Hospital!!
      Deixo o espaço do blog para depois, se vc quiser, deixar relatos deste seu novo desafio!!!
      Abraços
      Ana Florio

  2. Miguel disse:

    Parabéns, Ana!
    Muito bem escrito o seu texto!
    E por onde anda a tal Cristiane?
    Sucesso nesse seu trabalho!

  3. Leila Borges disse:

    Ana, Bom dia!!

    Parabéns pelo seu esforço e determinação, pois outros pelo fato de estar ” doente” não teria feito o que vc fez, e que bom que deu os frutos esperados.
    Também estou assumindo este desafio, assim como vc nunca tinha ouvido falar em Hotelaria Hospital, e não é que fui convidada a implantar este serviço em um dos Hospital aqui na cidade onde moro Salvador-Ba. Estou muito empolgada e espero encontrar em vcs, informações, exemplos de sucesso, motivação a ajuda necessário para realizar um bom trabalho, trazendo os resultados que a instituição espera.

    Bj e obrigado por compartilhar sua experiencia.